Praia do Sono

« Voltar à página anterior

Praia do Sono

A praia do Sono é uma pitoresca praia de areias finas, com 1365 metros de extensão, banhada por águas esverdeadas, sombreada por amendoeiras e cercada por vegetação nativa. Há uma comunidade caiçara, dedicada a pesca e ao turismo, que, ainda, não prejudica o ar selvagem nem a beleza do local. O acesso à praia do Sono se dá por trilha de 50 minutos a partir da Vila do Oratório, junto ao condomínio Laranjeiras. Pode-se também ir em pequenos botes com motor de popa, saindo do condomínio (informações na vila do Oratório ou na portaria do condomínio).


Praia do Sono e córrego de mesmo nome em seu canto esquerdo. Foto: Eduardo La Regina de Andrade

Cercada por montanhas altas, os raios de sol demoram a aparecer na manhã e somem logo na tarde, proporcionado um “Sono” mais demorado.

Uma trilha de 20 minutos, iniciando junto à pequena igreja localizada no meio da praia, leva a várias piscinas naturais formadas pelo córrego da Jamanta, sendo o Poço do Jacaré uma das melhores piscinas para banho. No final da praia deságua o córrego do Sono, também um bom lugar para banho de água doce.

 
Praia do Sono. Foto: André Luiz Rodrigues

Na temporada e em finais de semana, algumas casas de pescadores fornecem refeições simples e bebidas. Não há pousadas, mas há campings (na verdade, quintais das casas dos caiçaras localizados junto à praia). Há a possibilidade de alugar um dos quartos dessas casas, disponíveis para esse fim.

Antigos e Antiguinhos são duas praias belíssimas, acessíveis por uma trilha íngreme no final da Praia do Sono. Protegidas por uma dura caminhada, elas ficam praticamente desertas durante todo o ano. Ainda em estado selvagem, essas praias não possuem quiosques ou casas.

 
Jogando bola na Praia do Sono. Foto: André Luiz Rodrigues