Símbolo Oficiais

« Voltar à página anterior

Símbolos Oficiais

O BRASÃO DAS ARMAS

Criado por lei municipal em 1960, possui a seguinte descrição heráldica:
O escudo do brasão está divido em quatro partes. Na primeira, em cor dourada, há um cocar de penas sobre duas flechas cruzadas. Na segunda, em vermelho, um antigo carimbo na forma elíptica com o brasão de armas de Portugal, ladeado pela palavra "Remédios", no sentido vertical, sendo metade de cada lado. Na terceira parte, em dourado, o contorno do município, tendo como fundo a esquerda um campo na cor prata, e a direita, com fundo azul, o mar e um peixe na cor prata. Na quarta parte, o por menor de uma casa colonial, mostrando um beiral, tudo prateado sobre um campo azul, tendo à direita a contorno de uma árvore. Na parte de fora do escudo, há do lado esquerdo um galho de café, e do lado direito uma haste de cana, ambos na cor verde. Abaixo do escudo, unindo o café e a cana, há uma faixa vermelha com os seguintes dizeres na cor prata: "1660 - Paraty - 1844”. Acima do escudo há uma coroa formada de pedras com cinco torres, na cor prata, representando a cidade, tendo ao centro uma Flor de Liz, na cor dourada com fundo vermelho.

O elucidário do brasão é o seguinte:
A palavra em português lembra a origem lusitana de nossa Pátria e o santo padroeiro da cidade.
O cocar e as duas setas lembram que os índios foram os primeiros habitantes da região.
O carimbo era usado no tempo colonial para autenticar a documentação de atos governo municipal, sob a invocação de N. S. dos Remédios, protetora dos munícipes, desde 1646.
O peixe simboliza a piscosa e alentada orla marítima, uma das muitas riquezas regional.
O beiral é uma esplendorosa característica do velho casario, cuja autenticidade e beleza arquitetônica levaram o governo federal a elevar a cidade de Parati à dignidade de Monumento Nacional.
O café e a cana são riquezas naturais, desde longa data, sendo que a segunda proporcionou a fabricação de aguardente, a melhor e a mais reputada do Brasil. A
Flor de Liz recorda que o orago da cidade é N. S. dos Remédios.
A data 1660 foi quando o povoado foi elevada à categoria de vila e, 1844 foi a data em que adquiriu foro de cidade.
As cores representam os seguintes adjetivos: dourado: força / prata: candura / vermelho: intrepidez / azul: serenidade / verde: abundancia.

 

 

A BANDEIRA

Criada pela lei municipal n. 373 de 1967, a bandeira do município de Paraty possui a seguinte descrição heráldica:
De formato normal das bandeiras oficiais, possui três faixas verticais com cores diferentes (vermelho, branco e azul - cores que a séculos ornamentam as casas), tendo na do meio o brasão de armas do município. Na faixa vermelha, próxima ao mastro, uma estrela maior simbolizando o primeiro distrito, e na azul, duas estrelas menores, simbolizando o segundo e terceiro Distrito. As estrelas estão colocadas em forma triangular, lembrando a grande influencia que a maçonaria